Image Alt

Blog

Equilibrar dores emotivas e situações traumáticas com Cromopuntura

“O nosso cérebro não distingue entre dor física e dor psíquica. Ao sofrermos emotivamente, aparece um bloqueio energético no corpo que muitas vezes se manifesta com dores difusas ou localizadas.”

Os meses de Dezembro e Janeiro são meses escuros, marcados pelo dia mais curto do ano e pela festa da luz. Podiam ser aproveitados como período de introspecção, mas para muitos são marcados pela tristeza e depressão.

Há situações traumáticas na vida que levam a dores emotivos profundos, podendo abalar o equilíbrio energético durante anos e provocar dores crónicas. Eis as três situações traumáticas mais importantes reveladas por um estudo sobre a sociedade americana (aliás tem validade também para a nossa sociedade):

O primeiro trauma é a perda e o abandono. Quando somos deixados por uma pessoa querida, ou perdemos um animal de estimação, seja por morte, seja por separação, a marca desta dor pode ser tão profunda até ser indelével por toda a vida e se tornar inconsciente.

O segundo evento traumatizante está ligado à promoção do pai ou da mãe para um posto de trabalho com mais responsabilidade. O aumento do nível de stress emotivo da pessoa promovida é transmitido a toda a família com forte impacto nas relações.

O terceiro evento traumatizante resultou ser a festa de Natal. Pode surpreender, pois este dia é vivido pelas crianças como uma memoria muito bonita, de amor, presentes e luzes. Mas pelos adultos o ambiente muda quando é marcado por discussões e erupção de antigos rancores durante o almoço com a familia toda reunida.

O nosso cérebro não distingue entre dor física e dor psíquica. Ao estarmos sofrer emotivamente, aparece um bloqueio energético no corpo que muitas vezes se manifesta com dores difusas ou localizadas. Conhecer a razão do sofrimento não leva ao seu alivio enquanto que a expressão das próprias emoções reprimidas pode levar à solução do bloqueio emotivo. Para estas situações, as terapias de massagem e as terapias que agem através da informação, como a cromopuntura, a acupunctura são as mais indicadas.

A cromopuntura leva informações positivas à estrutura emocional profunda. O efeito das luzes pode aliviar eventuais traumas que bloqueiam o sistema límbico (responsável pela gestão das emoções), ajuda a relaxar o plexo solar (sede importante de todas as emoções), a dar energia para superar os traumas, a reequilibrar emoções fortes e tranquilizar o coração emocional e o amor ferido.
Claudia Brabetz